Lígia Nottingham

Hora de se planejar: uma seleção de calendários fofos para imprimir e uma reflexão sobre planejamento

28 de dezembro de 2015

 

Blog Lígia Nottingham-01

Eu não sei quanto à vocês, mas eu ainda sou daquelas que não se entregou completamente ao mundo digital. Adoro todas as novidades tecnológicas e me considera até bem antenada no mudo cibernético, mas ainda sou super apegada à um bom pedaço de papel! Vocês também são assim? Aliás, todo tipo de material de escritório me encanta! (Depois vou mostrar à vocês um pouco do que uso por aqui). E tem algo mais simbólico para renovar as energias do que uma nova agenda? A virada do ano traz inúmeras possibilidades e aquela vontade que vem lá de dentro de jogar fora tudo o que não funcionou, reforçar tudo o que deu certo e criar as novidades que a gente precisa na vida. Tudo com uma pegada de estilo, claro!

Para alguns pode parecer bobo querer um material de escritório todo fofinho, mas eu li no livro “Economia Criativa”que as pessoas que trabalham com criatividade gostam – e precisam – de um ambiente estético que estimule o pensamento nessa mesma linha.

Para mim é também uma questão de branding. Vocês vão me ver falar muito sobre isso por aqui porque 2016 será um ano com muitas novidades e uma delas é que estou me voltando completamente para essa área de branding e vou dar consultorias para marcas e pessoas. É um trabalho que muitas empresas parceiras já estavam me solicitando e me vi despertando para esse lado da força, afinal, falar de construção de uma marca já faz parte da minha vida.

Voltando ao assunto: para mim a papelaria do escritório é uma questão de branding. Quanto mais tudo ao redor estiver alinhado com o conceito que você quer para você, mais você será o que acredita. Isso vale para marcas e vale para pessoas. Eu já tenho meu blog, cartão de visita e outras coisas alinhadas com um só design que me identifica, mas quando fui comprar a agenda, os lápis, as canetas, bloquinhos e post its, gosto que tudo esteja seguindo uma mesma linha. Isso garante um alinhamento estético e o bem estar, já que tudo se comunica entre si e se comunica com você.

Para começar o ano eu fiz uma seleção de alguns planners (é um calendário com espaço para planejamento) que você pode imprimir em casa e começar a pensar o seu 2016, lembrando que o planejamento é essencial para a realização de pequenas tarefas à grandes sonhos. Que tal começar hoje a escrever o seu futuro? Aqui estão 7 planners que eu amei com links para download.

 

Screen Shot 2015-10-23 at 10.10.52 AM

1. Download aqui!

Free-Printable-Calendar-2016-Chalkboard(1)

2. Download aqui!

 

 

FullSizeRender-6-1024x768 (1)

3. Download aqui!

Screen Shot 2015-10-23 at 10.12.15 AM

4. Download aqui!

calendar-2016-3

5. Download aqui!

Screen Shot 2015-10-23 at 10.13.47 AM

6. Download aqui!

free-printable-2016-calendar-brush-lettering-b

7. Download aqui!

Editorial: Perfume Floral

09 de dezembro de 2015
Fortaleza, 23 de novembro de 2015. Pauta Moda Floral. Lara Bezerra. Coluna da Ligia Nottingham.

Blusa em seda da Lelis Blanc para Brechó Outra Vez

Direção Artística: Lígia Nottingham

Fotografia: Thiago Gadelha (dia 23.09.2015)

Modelo: Lara Bezerra

Beleza: Lays Brunelli

*Editorial que saiu hoje na minha coluna do jornal Diário do Nordeste. 

Em tempos de crise é preciso florir, as estampas que desabrocham em cores são as mais aceitas em qualquer estação.

 

Se tem uma coisa que aprendi fazendo assessoria de moda para diversas empresas cearenses é que na terra do sol as flores são sempre bem vindas. A moda alegre e florida que fez a marca carioca FARM despontar no Brasil inteiro também é desejo quase que absoluto nas terras do Dragão do Mar. Românticos em tons pastel, ligados em tons cítricos, esverdeados com folhas tropicais, os tecidos que carregam jardins inteiros em suas tramas são sempre boas apostas para os lojistas e consumidores, seja qual for a estação, mas principalmente no verão, são traje quase que obrigatório nesse terreno ensolarado e sortido de tons.

Além disso, flores são bem vindas em todos os ambientes! No trabalho o ideal é investir em padronagens com cores mais discretas como os tons pastel ou estampas sem muito contraste ou cores fortes. Agora, se você trabalha em ambientes criativos com um dress code mais livre, os tons não devem ser problema algum, é importante apenas atentar nos comprimentos e evitar roupas muito decotadas. Chegou o final de semana? Agora sim é o momento de usar aquele vestido floral super alegre, com tons cítricos e iluminados, com recortes estratégicos. Se o momento é de coquetel, um floral com fundo escuro é mais sofisticado e mais indicado para eventos noturnos. Florais e longos formam sempre um bom par para todos os momentos do dia à noite.

Coloque flores no cabelo, perfume a alma e saia florida por aí.

Fortaleza, 23 de novembro de 2015. Pauta Moda Floral. Lara Bezerra. Coluna da Ligia Nottingham.

Longo floral para o dia e a noite, da Florinda. Bolsa Livin Brasil

Fortaleza, 23 de novembro de 2015. Pauta Moda Floral. Lara Bezerra. Coluna da Ligia Nottingham.

Conjuntinho da AHO Brasil para Isso com Isso

Fortaleza, 23 de novembro de 2015. Pauta Moda Floral. Lara Bezerra. Coluna da Ligia Nottingham.

Vestido Coquetel perfeito para a noite, da Dogana

Fortaleza, 23 de novembro de 2015. Pauta Moda Floral. Lara Bezerra. Coluna da Ligia Nottingham.

Vestido Miss Lolla com ressortes estratégicos

Foi Iris que disse!

02 de dezembro de 2015

Blog Lígia Nottingham-01

E como não confiar nas palavras de uma pessoa tão cheia de vida e estilo? Parece que a idade não chegou para Iris Apfel, a vovó estilosa de Nova York que conquistou o mundo da moda aos 90 anos! Iris foi proprietária de uma empresa de tecidos e estampas, sempre foi vanguardista e parece carregar no corpo lições, modas e estilos de toda uma vida. Nada melhor do que escutar uma pessoa com experiência. Essas são as 5 frases da Iris que mais me inspiram.

*As fotos com fundo de papel de parede são de um ensaio da revista britânica Dazed&Confused.

 

Blog Lígia Nottingham-02 Blog Lígia Nottingham-03 Blog Lígia Nottingham-04 Blog Lígia Nottingham-05 Blog Lígia Nottingham-06

A importância da escolha em tempos de crise

26 de novembro de 2015
c1d88b22b162d55c529b8bc51d765d13

Lindsey Wixson & Hanne Gaby Odiele by Giampaolo Sgura for Vogue Japan October 2014

Dizem por aí que roupas e acessórios são ítens supérfluos, e que portanto a compra deles poderia (ou deveria) ficar de lado em momentos de crise, mas NÃO, roupas não são dispensáveis.

Em primeiro lugar por uma questão óbvia de pudor… não podemos simplesmente sair nus pela ruas. Em segundo lugar, porque a roupa nos protege do calor, do frio, das doenças. Por fim, há o motivo mais importante: a comunicação. Sim, precisamos nos vestir e comunicar. Existem códigos de conduta que exigem certos trajes e isso não vale só para cerimônias e meios profissionais, vale para todas as relações sociais.

Mas é certo também que por vezes compramos muito mais do que devíamos e do que podíamos, e o efeito de bem estar que uma roupa poderia lhe dar acaba se transformando em um desastroso desconforto financeiro.

Eu acredito que existe uma forma interessante de ver a relação entre consumo de moda e bem estar e ele começa na economia.

O estudo da economia parte do princípio de que os recursos do mundo são escassos, isso significa que todo mundo tem seus limites, pasme, não é só você. E portanto, a economia consiste em saber administrar esses recursos de forma que nunca falte de uma lado, nem do outro. Então, a primeira regrinha que a gente precisa aprender é que sim, você tem limites e sim, precisa respeitá-los.

1. Respeite o seu limite financeiro. A moda está aí para te convencer de que você precisa sempre de algo novo, e não sou eu quem vou te dizer para não comprar. O consumo gera um estado de bem estar, mas em tempos de crise, a escolha é o X da questão.

2. Escolha peças de impacto. Sabendo que seu budget (limite financeiro) está em valor X, pesquise, pense e compre as peças mais interessantes. Lembre-se que qualidade é melhor que quantidade. Compre peças de roupa ou acessórios que façam a diferença, objetos de impacto. Você vai notar como é maravilhosa a sensação de que você escolheu a peça certa, que você pode exibí-la orgulhosa por aí!

3. Entenda o seu estilo. Se você já parou para pensar no que gosta de vestir e tem uma consciência do seu estilo, tudo fica mais fácil. Primeiro porque você vai saber dizer não para certas modinhas que não combinam com você (aquelas que você compra e depois se pergunta “porquê, meu Deus????”), depois porque vai saber comprar produtos que vão se adequar ao seu guarda roupa mesmo depois da moda ter passado.

4. Saiba o que tem no seu guarda roupa. Você tem consciência das peças que já tem em casa? Se você vai fazer uma boa escolha, lembre-se de pensar se já tem algo para combinar, tente adquirir produtos que vão complementar o que já existe. Peças de sobreposição como um casaquinho, por exemplo, podem dar uma nova cara às suas blusas e vestidos.

5. Faça sua Cartela de Cores. Você já tem consciência das cores que mais gosta de usar? Se você tem uma cartela de cores limitada fica mais fácil de tomar uma decisão na hora da dúvida entre uma artigo e outro, e no seu guarda roupa as peças vão se combinar com maior facilidade.

 

Não pense na escolha como um ato de limitação, pense na escolha como uma forma inteligente de comprar e seja feliz!

 

Vestido Marc Jacobs – Brechó Outra Vez

24 de novembro de 2015

IMG_8333 copy

A felicidade de sair de casa radiante nesse vestido Marc Jabos mais que perfeito, um achado do Brechó Outra Vez.

Leve e solto, o tecido é de seda e a estampa é super delicada. Os tons próximos ao tom da minha pele faz com que a peça fique mais elegante. Para combinar usei sandália Juliana da Schutz. 

IMG_8353 copy

IMG_8337 copy IMG_8349 copy IMG_8362 copy IMG_8363 copy IMG_8367 copy IMG_8368 copy IMG_8371 copy

Últimas do Instagram | @ligianott

Dear readers, because it is a commercial media, this blog may have promotional content.
Queridas leitoras, por se tratar de uma mídia comercial, este blog pode ter conteúdo promocional.


Lígia Nottingham | 2015